Av.Rio Branco,404, Centro, Florianópolis
(48) 99106-0926
camaf.sc@gmail.com

Mês: julho 2015

RCSC 2015 – Revista Catarinense de Solução de Conflitos

AdamNews – Divulgação exclusiva de notícias para clientes e parceiros!  Clique aqui para baixar ou visualizar o arquivo.

Vídeo – Nova lei da arbitragem começa a valer nesta segunda-feira – Jornal Nacional

Lei é uma alternativa para a solução de conflitos, sem que seja preciso entrar na Justiça. Nova lei se aplica também ao setor público.

Brasil avança na busca por meios alternativos de solução de conflitos

Os institutos da arbitragem, da conciliação e da mediação, embora tenham em comum o fato de serem formas de solução de controvérsia, não se confundem. Na verdade, ao menos no Brasil, todos estes vieram para suprir uma lacuna deixada pelo Estado, que é o da pronta solução dos conflitos.

Vídeo – Mudanças que ampliam alcance da lei de arbitragem entram em vigor

É uma alternativa para buscar solução de conflitos, sem sobrecarregar o Poder Judiciário. Entre as novidades, está a aplicação da lei à administração público.

É um mito que a arbitragem e a mediação reduzem o mercado para advogados

O advogado Roberto Pasqualin vive meses agitados. Acompanhou de perto a reforma da Lei de Arbitragem e a redação do texto que pela primeira vez regulou a mediação no país, atento a cada passo legislativo ou presidencial. Agora que as duas normas já foram sancionadas, o trabalho continua no Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem (Conima), entidade que preside e tem feito uma série de eventos pelo país propagando medidas para resolver conflitos sem passar pelo Judiciário.

Especialistas debatem se árbitro deve denunciar suspeita de corrupção

Prevista para entrar em vigor no fim de julho, a Lei 13.129/2015, que atualizou a Lei de Arbitragem (9.307/1996) e de forma expressa autorizou a adoção deste procedimento pela Administração Pública, está no centro de uma polêmica. Especialistas nesta área se questionam se os árbitros têm a mesma obrigação dos juízes de comunicar o Ministério Público caso suspeitem que o contrato em apreciação pode resultar de um crime — mais especificamente, de corrupção.

Vídeo – Arbitragem por equidade

AdamNews – Divulgação exclusiva de notícias para clientes e parceiros!

Condenado em sentença arbitral tem 15 dias para pagar o que deve, diz STJ

A multa para quem deixa de pagar espontaneamente condenação no prazo de 15 dias, válida na área cível, também pode ser aplicada no caso de sentença arbitral. A decisão é da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça, em julgamento de recurso repetitivo, e forma uma nova jurisprudência.

Vídeo – Debate sobre o Decreto nº 8465 Arbitragem no setor portuário

AdamNews – Divulgação exclusiva de notícias para clientes e parceiros!

Comentários sobre a Reforma da Lei de Arbitragem

AdamNews – Divulgação exclusiva de notícias para clientes e parceiros!  Clique aqui para baixar ou visualizar o arquivo.