Presidente da OAB explica como dar celeridade à Justiça

 

Em entrevista concedida à revista Veja, o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, explica os pontos que o fazem defender a conciliação, mediação e arbitragem como soluções para o futuro do Judiciário.

Leia  trecho da entrevista concedida à revista Veja:

Como dar celeridade à Justiça?

Marcus Vinícius – Em primeiro lugar, é preciso uma mudança cultural, encerrando a era do litígio e fazendo aposta na conciliação, mediação e arbitragem. O advogado precisa entender que o processo moroso não faz bem a ninguém. Não faz bem à sociedade porque justiça tardia é injustiça. Não faz bem ao Judiciário porque perde credibilidade. Não faz bem ao advogado, que se desvaloriza e demora a receber.

O juiz e o promotor também não podem encarar as modernizações do sistema judiciário com a mesma cabeça cartorial predominante no século XIX. Temos de atualizar o modo de pensar das pessoas. Pouco adiantam mudanças legislativas se os intérpretes da lei não se adequarem. É preciso que o sistema tenha menos burocracia e formalismos e mais celeridade.

Fonte: Portal do Conselho Federal da OAB e Revista Consultor Jurídico

0
  Relacionados

You must be logged in to post a comment.